Administração

Comissão de gestão

Missões

A Comissão de Gestão é responsável por:

  • definir os eixos prioritários de desenvolvimento e o modelo de financiamento da Episciences;
  • acompanhar as comissões existentes e incentivar à criação de novas epi-comissões;
  • elaborar uma estratégia internacional de divulgação e de comunicação;
  • definir as condições de acesso à plataforma (critérios de admissibilidade*) e as CGU;
  • deliberar sobre a aceitação das candidaturas de revistas na plataforma previamente instruídas pelas epi-comissões.

 

A Comissão de Gestão da Episciences insere a sua ação no âmbito validado pela Comissão de Gestão do CCSD.

 

A Comissão de Gestão da Episciences é mantida informada sobre a atividade e as avaliações técnicas da plataforma pelo CCSD.

 

Em última instância, o CCSD é a instância de decisão.

 

* Inscrição no perímetro da Episciences (revistas, data paper, software paper, qualquer disciplina científica, publicação existente ou em fase de criação), cumprimento das normas abertas de publicação (avaliação pelos colegas, compromisso a favor do modelo diamant da Episciences, transparência nos processos de avaliação, na política editorial, na composição e no funcionamento das instâncias editoriais) e viabilidade operacional (organização e capacidade técnica da revista).

Modalidades de funcionamento

A Comissão de Gestão reúne-se de seis em seis semanas. Nomeia um presidente no seu grupo. O presidente da Comissão de Gestão participa na Comissão Diretiva do CCSD.

 

O CCSD mudou de administração em 2021. Está previsto um balanço de funcionamento de cada uma das novas instâncias e das suas interações ao fim de três anos. Por uma questão de coerência, o mandato dos membros da Comissão de Gestão da Episciences termina no final de 2023.

Composição

A Comissão de Gestão é composta por representantes das tutelas do CCSD e das instituições e intervenientes que contribuem para o bom funcionamento da Episciences:

  • a diretora do CCSD;
  • um ou uma representante do CNRS;
  • um ou uma representante do Inria;
  • um ou uma representante do INRAE;
  • um ou uma representante do Institut Fourier, Université Grenoble Alpes;
  • um ou uma representante do MESR;
  • um ou uma representante de cada epi-comissão;
  • um ou uma representante da Direction de la culture et de l’information scientifique (DCIS) (Direção da Cultura e da Informação Científica) do Inria;
  • o responsável pela plataforma Episciences.

 

A 30 de março de 2023, os membros da comissão de gestão são:

  • Jos Baeten (CWI/epiIAM)
  • Serge Bauin (CNRS-DDOR)
  • Vincent Beffara (Institut Fourier)
  • Stéphane Druel (Université Lyon 1/epiMaths)
  • Nathalie Fargier (CCSD)
  • Anne-Solweig Gremillet (MESR)
  • Claude Kirchner (Inria), presidente da comissão de gestão
  • Olivier Le Gall (INRAE)
  • Hélène Lowinger (Inria-DCIS)
  • Marianne Reboul (epiSSH)
  • Ariane Rolland (Institut Fourier)
  • Laurent Romary (Inria-DCIS)
  • Raphaël Tournoy (CCSD)

 

Epi-comissões

Três epi-comissões disciplinares, para a matemática (epiMaths), a informática e a matemática aplicada (epiIAM) e as ciências humanas e sociais (epiSHS), compostas por especialistas de renome internacional, procuram promover a Episciences, juntamente com a Comissão de Gestão.

Missões

O papel das epi-comissões é avaliar a qualidade científica das revistas que pretendem juntar-se à Episciences e estimular a criação de comissões de redação suscetíveis de organizar novas revistas, nomeadamente nas áreas que necessitam de ser desenvolvidas em conformidade com o plano de desenvolvimento da Episciences.

 

Para este efeito, as epi-comissões são responsáveis por:

 

  • avaliar ou organizar a avaliação por especialistas do mundo académico as candidaturas de revistas que pretendem aderir à plataforma;
  • informar a comissão de gestão e o CCSD das candidaturas a serem analisadas e das peritagens científicas realizadas;
  • acompanhar o portefólio de revistas da epi-comissão;
  • suscitar experiências (ex.: open peer review) e, mais amplamente, a apropriação da plataforma pelos investigadores e investigadoras.

 

As epi-comissões garantem a imparcialidade da avaliação das candidaturas e a qualidade científica das revistas das suas áreas específicas.

As epi-comissões também podem ser levadas a desempenhar um papel de consultor, junto do CCSD, relativo aos desafios de ética, integridade ou deontologia relativamente às atividades das comissões editoriais.
Modalidades de funcionamento

Cada epi-comissão adotou uma carta que permite estabelecer as suas modalidades de funcionamento. Esta especifica, nomeadamente, a composição da epi-comissão (número de membros, duração dos mandatos, eleição, renovação), o seu modo de comunicação interna (reuniões, discussões) e de decisão (modalidades de voto).

epiIAM

A comunidade temática Episciences IAM (Informatics and Applied Mathematics) pretende oferecer um meio de comunicação rápido dos resultados científicos, validados e classificados por publicações do melhor nível na área da informática e da matemática aplicada.

 

As publicações são selecionadas pela epi-comissão que garante a sua qualidade científica promovendo a emergência de novas publicações em áreas pouco representadas atualmente. A epi-comissão assume a responsabilidade e a coerência editorial do portefólio de revistas, assim como os aspetos éticos associados.

 

Membros da epi-comissão
  • Samson Abramsky, Oxford University
  • Jos Baeten, Centrum Wiskunde & Informatica, Chair
  • Ruzena Bajcsy, University of California—Berkeley
  • Nachum Dershowitz, Tel Aviv University
  • Irene Fonseca, Carnegie Mellon University
  • Carole Goble, University of Manchester
  • Jun Murai, Keio University

 

O Inria tomou a iniciativa de lançar a comunidade Episciences IAM e tem como objetivo colaborar com as instituições e estabelecimentos que pretendam se envolver neste tipo de projetos. As colaborações previstas podem, por exemplo, assumir a forma de um apoio financeiro, de uma disponibilização de pessoal ou de acesso livre a um arquivo.

Suporte editorial
  • Hélène Lowinger, coordenadora do Divisão de Publicações Científicas do Departamento de Informação Científica e Publicações (IES, Inria);
  • Catherine Scotton, responsávela pela edição (IES, Inria);
  • Emmanuelle Perrin, responsávela pela edição (IES, Inria).
Contacto
  • support.iam at episciences.org

epiMaths

O EpiMaths é um projeto realizado pelo Institut Fourier (UMR 5582, CNRS/Université Grenoble Alpes), no âmbito do projeto Episciences.

 

As revistas provenientes do projeto epiMaths são supervisionadas por uma epi-comissão composta por matemáticos de renome internacional. O seu papel é estimular a criação de comissões de redação que possam organizar novas revistas, particularmente nas áreas da matemática que necessitam de ser desenvolvidas. A epi-comissão pode ser levada a gerir os problemas éticos e profissionais das revistas existentes. Os membros do epiMaths podem assumir a responsabilidade por uma revista se assim o desejarem.

 

Membros da epi-comissão

A epi-comissão é composta por 12 a 24 membros. Cada membro tem um mandato de 4 anos, renovável uma vez.

 

A 6 de dezembro de 2021, a epiMaths é composta pelas seguintes pessoas:

  • Ingrid Daubechies, Duke University, Durham, USA
  • James Davenport, University of Bath, UK
  • Stéphane Druel, Université Lyon 1, France [Chairman]
  • Emmanuel Grenier, École Normale Supérieure de Lyon, France
  • Kengo Hirachi, University of Tokyo at Komaba, Japan
  • Jun Muk Hwang, IBS Center for Complex Geometry, Korea
  • Claudio Landim, IMPA, Rio de Janeiro, Brazil
  • Thomas Peternell, Universität Bayreuth, Germany
  • Terence Tao, UCLA, Los Angeles, USA
  • Shing-Tung Yau, Harvard University, Cambridge, USA
  • Xiangyu Zhou, Institute of Mathematics of the Chinese Academy of Sciences, Beijing, China
Suporte editorial
  • Ariane Rolland, Institut Fourier
Contacto
  • epimaths-contact AT episciences.org

epiSSH

A plataforma Episciences está aberta às candidaturas de revistas em letras, línguas e ciências humanas e sociais. É possível integrar a plataforma se criar uma revista ou se pretender mudar uma revista existente para um funcionamento em Open Access (via diamant, sem despesas de publicação).

A comissão epiSHS pode responder às suas perguntas durante a criação do seu projeto. Consulte a wiki epiSHS para mais informações.

Membros da epi-comissão
  • Paul Bertrand, Université catholique de Louvain, Belgique | Histoire médiévale et DH ;
  • Stéphanie Dord-Crouslé, CNRS, UMR 5317 IHRIM | Littérature française ;
  • Julie Giovacchini, CNRS, UMR8230 – Centre Jean Pépin | Philosophie ancienne et sciences de l’Antiquité, Humanités numériques ;
  • Marianne Reboul, ENS de Lyon, UMR 5317 IHRIM | Humanités numériques et Lettres classiques.
Antigos membros (2021-2023)
  • Anne Baillot
  • Jonathan Chibois
  • Daniel Florentin
  • Séverine Sofio

 

Contacto
  • epishs AT inria.fr
Suporte editorial
  • Céline Barthonnat, editora, responsável pela publicação da Episciences